sábado, 15 de novembro de 2008

Seis anos de descuido divino

Saudades de minha mãe.
Sua morte faz um ano e um fato.
Essa coisa fez eu brigar pela primeira vez
com a natureza das coisas:
que desperdício,
que descuido
que burrice de Deus!
Não de ela perder a vida
mas a vida de perdê-la.
Olho pra ela e seu retrato.
Nesse dia, Deus deu uma saidinha
e o vice era fraco.
(Elisa Lucinda)

5 comentários:

Deire Assis disse...

sinta-se abraçada.

Mônica disse...

Amiga, ela foi iluminar o céu!!!E sei que vc a tem ainda mais forte no seu coração...um beijo carinhoso...

Roberta Profice disse...

Vim visitar e aproveito pra deixar meu abraço...
E um bjo*

Luciene disse...

Ai amiga,
Tô arrepiada!
Tb serve pra mim!
Ah o abraço agora!
Fica com Deus!

Cejane disse...

Ela e meu pai hoje são as mais lindas estrelas das nossas noites!
Beijos!